Rádio Legal FM 101,9

(62) 3307-1184

  • Início
  • Notícias
  • Contato
  • Assembleia aprova pacote de benefícios para professores em primeira votação

    16/06/2017 às 8:54 - Goiás

    Em sessões ordinária e extra realizadas na manhã desta quarta-feira (14), a Assembleia Legislativa, aprovou, em primeira de duas votações em plenário, o pacote de benefícios proposto pelo governador Marconi Perillo para professores e servidores técnico-administrativos da Educação Estadual. Aprovadas em primeira fase, as matérias votadas reajustam os vencimentos de professores, professores assistentes, professores temporários e agentes administrativos educacionais, em índices que variam de 7,64% a 34%, dependendo da categoria, de acordo com os projetos enviados por Marconi.

     

    Na relação de matérias aprovadas está o projeto de lei nº 2.030/17, que concede gratificação por capacitação continuada aos professores assistentes estaduais, como já possuem os professores do quadro permanente. Os índices podem variar de 30% a 85%, a depender do nível de capacitação de cada profissional. Também foi aprovado em primeira votação o projeto de lei nº 2164/17, que cria os Centros de Ensino em Período Integral e regulamenta a atuação dos professores dessas unidades.

     

    Foi aprovado ainda, e convertido em lei, o projeto número 2.067/17, que concede auxílio-alimentação aos servidores da Seduce no valor mensal de R$ 500,00, que entrou em pauta, foi emendado, voltou à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e, em sessão extraordinária, foi aprovado em primeira fase com a redação original.

     

    Conjunto de benefícios

    O conjunto de medidas para a Educação foi apresentado aos servidores e à população no dia 4 de maio pelo governador Marconi Perillo, em solenidade realizada no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON). Em dia histórico para a Educação em Goiás, Marconi formalizou as medidas do maior pacote de benefícios já entregue para a Rede Estadual de Ensino.

    Durante o ato, realizado no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, Marconi anunciou investimentos de R$ 510 milhões em obras, por meio do Goiás na Frente Educação, realização de concurso público, reajustes salariais e concessão de gratificações, a renovação de programas de ensino-aprendizagem, reajuste no repasse do transporte escolar e entregou 75 ônibus.

     

    “Juntos nós soubemos fazer o dever de casa. Soubemos enfrentar a crise, nos desgastando, nos sacrificando, mas fazendo o que deveria ser feito”, disse o governador Marconi Perillo não discurso. Segundo ele, o pacote de benefícios, oficializado hoje, “certamente será um diferencial para que a Educação pública de Goiás seja uma democratizadora de oportunidades”. O conjunto de medidas decretadas pelo governador nesta quinta-feira para fortalecer a Educação em Goiás.

     

    As medidas estabeleceram reajuste de 7,64% aos professores efetivos do P-1 ao P-4, criação de uma gratificação que equipara a remuneração dos profissionais da ativa do quadro transitório ao dos professores do quadro permanente, autorização do concurso público para 1.000 vagas (900 para professores e 100 para administrativos), criação da Gratificação por Dedicação em Período Integral (GDPI) para os professores que lecionam nas escolas de tempo integral, reajuste de 21% para os servidores administrativos e de 34% para os temporários, além de criação do vale-alimentação no valor de R$ 500,00 para todos os servidores (efetivos, temporários e comissionados). As medidas valerão a partir de junho.